Tuesday, July 20, 2010

Reportagem Especial do Lobito

No passado fim-de-semana, o terceiro ou quarto que fui ao Lobito, levei finalmente a máquina fotográfica.

Não há como falar do Lobito sem imagens.

Então decidi fazer uma reportagem prolongada, dedicada especialmente ao Lobito.

Espero não falhar muito nas Legendas!

Ainda continuo a tentar contribuir para que vejam que Angola não é só pó, corrupção e pobreza económica. Muitos edifícios são antigos, outros menos antigos, mas espero que consigam ver a imponência, quer das paisagens naturais quer das construídas pelo ser humano!

Espero que gostem.

Patrícia Araújo (em directo do Lobito, e arredores!)


Antes de Tudo, para contextualizar, DUAS fotos da Restinga do Lobito (que não são tiradas por mim, claro!). Penso que é mais fácil assim, perceberem onde estou!
A Segunda é uma vista aérea do Lobito e sua restinga (nós temos a Ilha de Faro, Tróia, etc, mas aqui chama-se Restinga...).
(Do Dicionário Priberam online: Restinga : s. f. 1. Mar. Banco; baixio.2. Bras. Pequeno matagal, à margem de ribeiro ou em terreno fértil.)










 Foto 1.  Avenida em direcção à Restinga do Lobito

Foto 2. Avenida Central no Lobito


Foto 3.Universidade Lusíada na zona industrial do Lobito



Foto 4. Casa do  Pessoal do Porto do Lobito




Foto 5. Avenida à entrada da Restinga do Lobito



Foto 6.  Edifício da Rádio, à entrada da Restinga




Foto 7. Paisagem à beira mar, junto ao Bar/restaurante ZULU, quase no fim da Restinga do Lobito


Foto 8. Fim da Linha do Caminho de Ferro Benguela-Lobito

Foto 9. Jango (Bar) na Praia, em Frente ao HOTEL TERMINUS na Restinga do Lobito (pelo que dizem, o melhor Hotel da zona. Posso afirmar que é uma excelente praia...)
 
 Foto 10. Parte de Trás do HOTEL TERMINUS- Foto tirada da praia (Nota: estes dias, o Presidente Cavaco Silva está em visita oficial a Angola, e vem a Benguela amanha, e ficará hospedado neste Hotel!)

 Foto 11. Cargueiro ao largo (foto tirada do Hotel Terminus
Foto 12. Entrada do Restaurante Flamingo, encostado ao Hotel Terminus (Para quem não sabe, o Lobito era um local habitado por milhares de Flamingos. Infelizmente, devido à poluição, etc, há neste momento menos de 100 flamingos. Estão a tentar proteger a espécie...)
Foto 13. E finalmente, EU, à entrada do Restaurante Flamingo (Depois de 1 hora de sol leve, um petisco na esplanada e de ler duas ou três Histórias Extraordinárias do Edgar Allan Poe!)
Foto 14. Casino Tamariz na restinga do Lobito

 
















Foto 16. Edificio do Tribunal na restinga do Lobito


 Foto 17. Baía do Lobito (O Hermínio diz que é fantástica para a prática de Canoagem e quer fundar um Clube de Canoagem...se houver interessados, escrevam-me! )


Foto 18. Baía do Lobito II

Foto 19. Rua Principal na Restinga


Foto 20. Clube Ferrovia e piscinas da Restinga do Lobito (é aqui que vai decorrer o jantar com o Exmo. Presidente da República no próximo dia 21 de Julho. Depois se eu tirar fotos no jantar, coloco aqui algumas...)


Foto 21. A Casa dos Meus sonhos. Na restinga do Lobito, está esta marvilhosa casa, em cima da praia, com o que parece ser todo o 1.º andar em Madeira (por mim, até podia ser toda em madeira)...está tão simpática e cheia de simplicidade e bom gosto...


Foto 22. Foto da paisagem na Baía do Lobito, já no crepúsculo
Foto 23. Pôr-do-sol na restinga (Junto ao bar ZULU)

Foto 24. Pôr-do-sol na restinga II


Foto 25. Pôr do Sol numa zona chamada "Compão" (Já à saída da restinga do Lobito, acho eu; uma zona mais pobre, suja e pouco desenvolvida)
Foto 26. Mercado da Cidade do Lobito (que por acaso, é exactamente igual, ao longo, ao mercado de Benguela...cores e tudo! )


Foto 27. E Agora, o mercado do Povo, para contraste (no "Compão", já vazio, pois já eram mais de 18h00)



Foto 28. Foto da Estrada Lobito Benguela (uma estrada óptima, mas mal iluminada e com poucas passagens pedonais o que se traduz em muitos acidentes)


Foto 29. Mercado Informal em CIMA da Linha de Comboio (Pois, não me enganei. É verdade que centenas, se não mesmo milhares de pessoas, fazem venda em cima da linha de comboio. A linha esteve parada tanto tempo, que as pessoas ocuparam. Quando o comboio vem tem de abrandar para não matar ninguém...e as pessoas lentamente vão se retirando da linha...um fenómeno realmente de ficar sem ar...É difícil conseguir espelhar a sensação numa foto tirada do carro às seis da tarde... )


Foto 30. Vila da Catumbela (Estava quase noite, e as fotos já não são as melhores. Mas é de elogiar a fantástica marginal na vila da Catumbela, uma vila pequena mas bem arranjadinha, à saída do Lobito... Ainda lá voltarei, pois passam fortes boatos de que lá há um restaurante português [dizem...o Vargas?!] que é de comer e chorar por mais e dizem que tem os melhores finos de Angola! Logo verei...)


Abraço a Todos e a Todas!

Voltarei à carga em breve, porém agora, tenho de ir trabalhar um pouco! Corrigir frequências e preparar aulas do próximo semestre.

No entanto, em termos de trabalho, inaugurei o novo serviço na Universidade Jean Piaget, que estou a conceber e a dinamizar, por isso, não poderia deixar de vos convidar a visitar o site oficiar desse serviço AQUI! Espero que Gostem! Até breve, Patt

No comments: